Informações Úteis

Visto

Brasileiros e portugueses não precisam de visto para entrar no país e ficar por até 90 dias. Necessitam apenas de um passaporte válido.

Serviços Consulares

Embaixada do Brasil em Rabat
Avenue Al Jacaranda, M-10, Secteur 2, Hay Riad, 10100 Rabat, tel. 212 (0) 537-71-46-63 / 71-46-13 / 71-61-10.
Atendimento: seg. a sex., das 9h às 13h.
E-mail: ambassadedubresil@menara.ma.

Consulado Honorário em Casablanca
Subordinado à Embaixada do Brasil em Rabat.
Rue Al Amaouni Brahim, 23, 12001, Casablanca, tel. 212 (0) 522-20-18-98.

Informações Turísticas

Os centros de informações turísticas são conhecidos como Visitor Information Centres. Você os encontra nas principais cidades e pontos turísticos Oferecem mapas, informações culturais, eventos e atrações em geral. Nas principais cidades, consegue-se um guia gratuito com informações específicas do local.

 

Segurança

Estar seguro em Marrocos requer algumas precauções. Fique sempre atento a sua mochila, procure viajar em grupo, evite lugares escuros e esconda seu dinheiro e documentos. Mulheres sozinhas poderão sofrer assédio, mas nada muito grave. Caso se sintam incomodadas, devem pedir ajuda para outras pessoas, família ou em lojas movimentadas. Opcionalmente, mulheres podem usar um lenço na cabeça, chamado hijab. Vestir-se adequadamente também é importante, sempre de forma conservadora, por respeito à cultura marroquina.

 

Saúde

Não há vacinas específicas para entrar em Marrocos. É recomendável apenas ter uma vacina do tétano recente. Dependendo dos lugares onde pretende comer, talvez deva tomar uma vacina para a Hepatite A. Evite frutas e vegetais não cozidos, que não pode descascar. Alguns viajantes tiveram também problemas com certos condimentos usados em restaurantes de comida rápida. Quanto à água, é aconselhável beber a engarrafada. Não esqueça também de tomar as precauções básicas contra a malária (roupa clara, repelente de insetos, etc).

 

Clima

Devido ao seu tamanho e à sua topografia variada, o Marrocos oferece temperaturas muito diversas. O clima típico dos países mediterrâneos (verões quentes e úmidos, invernos com chuvas moderadas) é encontrado pela costa norte, enquanto que a costa oeste sofre a influência do Oceano Atlântico, que faz com que o verão seja de clima mais temperado e o inverno mais úmido.

 

Língua

As línguas nacionais são o árabe e o berbere. No entanto, o francês, língua oficial durante o período de colonização, é falado pela maioria dos marroquinos. Atualmente, como em todos os países árabes, existe uma distinção entre o árabe clássico, que é a língua da educação, e o árabe dialetal, a língua falada. No que se refere à utilização do árabe, não se iluda, porque é completamente impossível aprender a língua durante uma estada em Marrocos.

De qualquer modo, pode sempre decorar algumas palavras para melhor se situar e ser simpático com os seus anfitriões. Não se esqueça que em árabe "kh" se pronuncia "rr". Aqui ficam alguns exemplos: Sebah el-Kheir (bom dia); choukran (obrigado); Assalamu alikum (Que a paz esteja convosco); Inch-Allah (Oxalá, se Deus quiser); la (não); naam (sim); muezzin (chamamento para a oração em forma de cânticos); bab (porta); Medina (cidade antiga); djellaba (uma espécie de túnica, com capuz); souks (mercados ao ar livre): Medersa (escola corânica, faculdade de teologia islâmica); mussem: festival de carácter religioso.

 

Dinheiro

Moeda: A unidade monetária do Marrocos é o Dirham marroquino (DH), que é divisível em 100 centavos. Não há restrições quanto à quantidade de dinheiro estrangeiro que é permitido levar ao Marrocos. Durante sua estadia no país, você irá notar uma falta generalizada de dinheiro trocado. Recomenda-se que seja mantido um pequeno estoque de moedas e notas de pequenos valores. Em hotéis, lojas e restaurantes, normalmente são aceitos também os principais cartões de crédito internacionais.

Câmbio: o Dirham não se pode importar nem exportar e, por isso, a sua aquisição, bem como o câmbio para outras moedas, é possível apenas dentro de Marrocos. Aconselhamos a não trocar dinheiro na rua. É ilegal. É melhor ir até aos pontos de cartaz dourado, que estão autorizados pelo Estado. Eles emitem recibos das operações, que serão indispensáveis para reconverter os Dirhams que lhe sobrarem na moeda de origem, no final da sua estadia.

Bancos: os bancos funcionam de segunda a sexta, das 8h15 às 14h15. No mês do Ramadã (que varia de ano a ano), das 9h30 às 14h.

 

  

Escolha um destino:

Europa
Alemanha
Dinamarca
Espanha
Grã-Bretanha
Holanda
Itália
Portugal
Mais países [+]

África
África do Sul
Marrocos
Mais países [+]

América do Norte
Estados Unidos
Canadá
México

América do Sul
Brasil
Argentina
Chile
Peru
Bolívia
Mais países [+]

América Central
Cuba
Panamá
República Dominicana
Mais países [+]

Oceania
Austrália

Veja também:
Laifis de Turismo

Busca geral:

Curta nossa página nas redes sociais!

Sites da rede:

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Fale Conosco

Copyright © 2010 - 2017 Só Turismo. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.