Viagem

Avião: há vôos e conexões de Lima para todas as principais cidades do país, exceto para Huancayo, Huaraz e Ica, podendo viajar por via terreste, de ônibus interprovincial. Faça suas reservas com antecipação.

Ônibus: um dos tipos é o serviço de ônibus interprovincial, que cobre todos os destinos do país, com exceção de algumas cidades da Selva. Informe-se sobre as comodidades obtidas de acordo com a tarifa paga e se o serviço é direto ou fará paradas.

Os ônibus urbanos, que são a alternativa mais barata, são identificados pelas cores e números conforme a rota. Por fazerem longos trajetos, muitas vezes poderão ser um pouco incômodos. Informe-se antes de utilizá-los e de preferência não os utilize altas horas da noite.

Táxi: recomenda-se utilizar os serviços das empresas de táxi (solicitando pelo telefone) ou aqueles autorizados pelas prefeituras (em Lima, os táxis estão pintados de amarelo e alguns têm um sinal luminoso no teto). No Peru, os taxímetros não são utilizados, você deverá negociar o preço da corrida antes de entrar no táxi. Informe-se no seu hotel sobre as tarifas de táxi de acordo com o seu destino. Não é costume dar gorjetas aos taxistas.

Trem: O serviço turístico ferroviário possui três rotas:
Arequipa - Sumbay - Juliaca - Puno.
Puno - Cusco.
Cusco - Ollantaytambo - Machu-Picchu.

 

Acomodação

Existem alojamentos de várias categorias e custos. Durante a temporada de alta demanda turística (junho a setembro), seria recomendável que fizesse a sua reserva antecipadamente. É possível também hospedar-se em casas de família autorizadas pela Direção Nacional de Turismo.

Na capital, Lima, as melhores opções de hospedagem estão nos bairros de Miraflores e San Isidro. Na cidade histórica de Cuzco, sede dos viajantes que pretendem conhecer MachuPicchu e o Vale Sagrado dos Incas, o Hotel Monastério é uma opção de hospedagem interessante. Ele foi construído em um mosteiro da época colonial espanhola. Quinze quilômetros ao norte, no Vale Sagrado, a cada ano surgem novos hotéis de luxo, como o recém-inaugurado Tambo Del Inka, que tem uma vista do vale impressionante.

 

Comes & Bebes

O Peru é riquíssimo em variedade de espécies de peixes e utiliza os pescados em sua culinária desde os tempos dos índios pré-colombianos. Além da batata e do milho, os conquistadores espanhóis trouxeram novos ingredientes que se somaram aos já utilizados. Outras culturas, como a italiana e principalmente a oriental, representada por chineses e japoneses, deram origem à culinária peruana, conhecida hoje e muito apreciada em toda a Europa.

A cozinha peruana oferece uma grande variedade de pratos típicos da Costa, da Serra e da Selva. Pergunte antes sobre sua preparação já que alguns pratos são muito picantes ou temperados. Mas também você poderá encontrar restaurantes que preparam comida internacional.

Entre os pratos típicos, podemos citar o Ceviche de Pescado (Lima), Chupe de Camarones (Arequipa), Pachamanca (Cusco) e Juanes de Galinha (Amazônia Peruana).

Quanto às bebidas, prove o peruaníssimo "Pisco" (aguardente de uva) e as suas diversas combinações, além da "chicha morada" (refresco preparado com milho arroxeado), a "chicha de jora" (aguardente fermentado de milho) e o "agüaje".

  

Escolha um destino:

Europa
Alemanha
Dinamarca
Espanha
Grã-Bretanha
Holanda
Itália
Portugal
Mais países [+]

África
África do Sul
Marrocos
Mais países [+]

América do Norte
Estados Unidos
Canadá
México

América do Sul
Brasil
Argentina
Chile
Peru
Bolívia
Mais países [+]

América Central
Cuba
Panamá
República Dominicana
Mais países [+]

Oceania
Austrália

Veja também:
Laifis de Turismo

Busca geral:

Curta nossa página nas redes sociais!

Sites da rede:

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Fale Conosco

Copyright © 2010 - 2017 Só Turismo. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.