Informações Úteis

Por trás do charme e fascínio da Itália, o turista pode observar alguns problemas no setor público, como atrasos e longas filas. Esteja preparado para esperar esse atendimento em locais públicos e bancos, e seja perseverante ao pedir uma informação. Por outro lado, os meios de comunicação – exceto os correios – são eficientes e os bancos oferecem facilidades na hora de trocar dinheiro. Não há riscos sérios de segurança na Itália e a polícia aparece rapidamente quando necessário, mas nunca descuide de seus pertences. Muitas lojas fecham para a sesta, reabrindo no final da tarde. Se ficar doente, as farmácias são uma boa opção.

Visto

Cidadãos brasileiros não precisam de visto para entrar na Itália se forem ficar até três meses no país. Quem vem ao país para estudar ou trabalhar, e pretende permanecer por um período superior a esse, deve providenciar antes da viagem o visto correspondente.

Serviços Consulares

Embaixada brasileira:
Piazza Navona, 14 – Roma. Fone + 39 06 683 981, Fax: 06 686-7858.

http://www.ambasciatadelbrasile.it
Email: info@ambrasile.it

Consulado-Geral em Roma:
Piazza di Pasquino, 8 – 00186 – Roma
Fone: + 39 06 688 9661 – Fax: + 39 06 6880 2883
http://www.consbrasroma.it/index.html
Email: consulado@brasilroma.it

Consulado-Geral em Milão:
Corso Europa 12 - Milão
fone 02 780 851, 777-1071. informa@consbrasmilao.it, http://www.consbrasmilao.it

Centro de Estudos Brasileiros: Piazza Navona, 18 - Roma

Informações Turísticas

A empresa italiana de turismo, ENIT, possui escritórios no mundo todo, inclusive no Brasil. Os nomes dos centros de informações turísticas variam conforme a região. Os mais comuns são: APT (Azienda di Promozione Turística), EPT (Ente Provinciale di Turismo), IAT (Informazioni e Assistenza ai Turisti) e AAST (Azienda Autonoma di Soggiorno e Turismo). Os dois primeiros costumam oferecer informações da região, enquanto os últimos trabalham mais localmente.

A EPT (Entre Provinciale di Turismo) dá dicas sobre a província e seus arredores, enquanto a APT (Azienda di Promozione Turística) divulga informações sobre uma determinada cidade. Ambos estão aptos a ajudar os turistas a fazer reservas em hotéis ou excursões. Também costumam fornecer mapas e folhetos gratuitos em diversos idiomas.

Geralmente há um CI na estação de trem ou muito próximo a ela, a maioria disponibilizando mapas (pianta della città), lista de hotéis e dicas das principais atrações. Não há grandes diferenças de serviços entre cidades, exceto que no norte os centros são mais organizados e é mais fácil de encontrar o staff falando inglês.

Segurança

Embora pequenos delitos ocorram com freqüência, crimes violentos são raros na Itália. É comum, porém, as pessoas levantarem a voz agressivamente durante uma discussão. Procure ficar calmo e seja educado para se sair bem da situação.O norte é mais tranquilo que o sul. Fique especialmente atento em Roma e Nápoles. Olho vivo no transporte público, principalmente em ônibus lotados. Não raro, mulheres com crianças no colo passam a mão em bolsas e carteiras. Atenção garotas: os italianos (homens) não são exatamente perigosos, mas podem ser chatos; você, que ainda é brasileira, dando papo, eles não perdoam.

Telefones de Emergência: Polícia 112, Ambulância 118, Bombeiros 115.

Saúde

Nos meses de verão, é aconselhável levar repelente contra mosquitos. Um acordo entre Brasil e Itália garante atendimento médico gratuito para o turista brasileiro – providencie o certificado de assistência médica antes de deixar o Brasil.

Vários medicamentos, inclusive os homeopáticos, estão disponíveis em qualquer farmácia, mas a receita às vezes é obrigatória. Na maioria das cidades funciona um sistema de plantão (servizio notturno), divulgado nos jornais e nas portas das farmácias.

Clima

A península Itálica possui um clima variado, que divide o país em três regiões. O norte se caracteriza por invernos frios e verões quentes e chuvosos. No extenso vale do Pó verões áridos contrastam com invernos gelados e úmidos. O restante da Itália possui um clima agradável, com verões quentes e longos e invernos suaves.

Língua

Até mesmo os brasileiros que só falam português irão se sentir à vontade na Itália. Em pouco tempo entende-se o sentido de muitas frases, não só pela semelhança entre as duas línguas como também pela grande comunicabilidade do povo. Arranhar o inglês ou espanhol pode ajudar, apesar de o italiano falar bem mesmo só o italiano. Quanto mais ao sul você for, mais improvável será se comunicar em outro idioma. O italiano também tem vários dialetos, o que pode complicar se você estudou o idioma no Brasil ou está acostumado a ouvir sua nonna. De qualquer maneira, faz parte da experiência de um viajante na Itália, especialmente a nós, brasileiros, tentar falar o italiano, ainda que todo nosso vocabulário seja literalmente macarrônico.

Dicionário

A língua italiana não é tão similar com a nossa quanto a espanhola, mas ainda é mais fácil de "pegar as palavras" do que qualquer outro idioma estrangeiro. Importante é que você se esforce para falar, e os italianos vão ajudá-lo neste sentido. De resto, fale alto e gesticule, e já é meio caminho andado...

Falo mal mas sou educado
Oi/Tchau - Ciao
Bom dia - Buon giorno!
Boa noite - Buona sera!
Por Favor - Per favore
Obrigado - Grazie!
Desculpe/Com licença - Mi scusi

Sobrevivência
Sim - Si
Não - No
Socorro - Aiuto!
Quanto custa? - Quanto costa?
Onde fica...? - Dove é...?
Você fala inglês? - Parla inglese?
Caro - caro
Barato - Buon mercato

Contando...
Um - Uno
Dois - Due
Três - Tre
Quatro - Quattro
Cinco - Cinque
Seis - Sei
Sete - Sette
Oito - Otto
Nove - Nove
Dez - Dieci

Coisas e Lugares
Aeroporto - Aeroporto
Água - Acqua
Albergue - Ostello per la gioventù
Banheiro - Sala da bagno/gabinetto
Bebida - Bevanda
Cerveja - Birra
Comida - Cibo
Correio - Posta
Dinheiro - Denaro/soldi
Estação - Stazione
Hospital - Ospedale
Hotel - Albergo
Ônibus - Autobus
Praça - Piazza
Restaurante - Ristorante
Rodoviária - Terminale degli autobus
Trem - Treno

A Semana
Segunda - Lunedì
Terça - Martedì
Quarta - Mercoledì
Quinta - Giovedì
Sexta - Venerdì
Sábado - Sabato
Domingo - Domenica

 

Dinheiro

Moeda: A unidade monetária italiana era a lira, indicada pela sigla L, substituída pelo euro. Os traveller’s cheques, opção mais segura do que viajar com dinheiro vivo, podem ser trocados em vários bancos e casas de câmbio. Há agências do Banco do Brasil em Milão e em Roma. Os bancos funcionam das 8h30 à 13h30, de segunda a sexta. Muitos também abrem das 14h15 às 15h ou das 14h30 às 15h30. Há caixas eletrônicos que aceitam cartões de crédito nos principais aeroportos, estações de trem e bancos.

Banco do Brasil: Piazza Castello 1, fone (02) 88251, Fax 890-0265, e-mail: milao@bb.com.br – Milão. Via Barberini 29 - 4º Piano, fone (06) 488-0707, Fax 488-2984, e-mail: roma@bb.com.br – Roma.

Custos: o norte do país é bem caro, especialmente cidades turísticas como Veneza e Florença; Roma, no centro, também não é das mais baratas. Na verdade a Itália nem sempre é mais acessível que outros países europeus como se costuma imaginar. O sul, no entanto, pode ser uma festa, com os preços caindo drasticamente, no contraste proporcional às diferenças econômicas encontradas no país.

 

  

Escolha um destino:

Europa
Alemanha
Dinamarca
Espanha
Grã-Bretanha
Holanda
Itália
Portugal
Mais países [+]

África
África do Sul
Marrocos
Mais países [+]

América do Norte
Estados Unidos
Canadá
México

América do Sul
Brasil
Argentina
Chile
Peru
Bolívia
Mais países [+]

América Central
Cuba
Panamá
República Dominicana
Mais países [+]

Oceania
Austrália

Veja também:
Laifis de Turismo

Busca geral:

Curta nossa página nas redes sociais!

Sites da rede:

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Fale Conosco

Copyright © 2010 - 2017 Só Turismo. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.