Viagem

Qualquer um que tenha visitado a Suíça sabe: os serviços de transporte público estão entre os melhores do mundo. Rápidos, eficientes, a toda hora eles ligam os pontos mais remotos do país. Trens, ônibus, barcos e transporte urbano formam uma imensa rede que levam suíços e visitantes para todos os cantos.

A melhor maneira de descobrir a Suíça é comprando um Swiss Pass, Flexi Pass, ou Swiss Card. Com estes bilhetes você economiza tempo e dinheiro, com a máxima flexibilidade. Descontos especiais são oferecidos para grupos de duas ou mais pessoas viajando juntas e para jovens com menos de 26 anos. Crianças com menos de 16 anos viajam de graça se acompanhadas por, pelo menos um dos pais. Para mais informações, acesse o site http://www.swisstravelsystem.ch/en/ (em inglês).

De trem
A Suíça possui um extenso e eficaz sistema de trens. E que são extremamente pontuais. Se o horário de saída do seu trem estiver marcado para 10h14, acredite, ele sairá exatamente nessa hora, sem atrasos. É uma das melhores opções para se viajar pelo país e curtir a paisagem. O Swiss Pass dá direito a viagens ilimitadas em toda rede. Estão incluídas as ferrovias federais, a maioria das ferrovias privadas, barcos, ônibus turísticos e, na maioria das cidades, o transporte urbano. Os bilhetes custam a partir de US$ 170 (para quatro dias, na segunda classe) até US$ 560 (um mês, primeira classe). Para jovens até 26 anos, existe a opção do Swiss Youth Pass, que oferece um desconto de 25% da tarifa. Crianças menores de 16 anos acompanhadas de um dos pais (incluindo padrastos ou pais adotivos), viajam gratuitamente. De 6 a 16 anos, sem os pais, têm desconto de 50%. Abaixo dos 6 anos, viajam gratuitamente. 

Você pode estar num trem minutos depois de aterrissar. A cada hora trens partem dos aeroportos de Zurique e Genebra em direção a boa parte das cidades suíças, tornando as viagens de trem rápidas e convenientes. Entre as cidades mais importantes, os trens circulam de meia em meia hora. A Empresa de Trens Suíços (SBB - http://www.sbb.ch/en/home.html ) está sempre melhorando seus serviços, oferecendo facilidades como vagões com playground, vagões silenciosos, mini-bares e vagões-restaurantes especializados. Muitas estações passaram por uma grande reforma e agora são denominadas RailCity oferecendo uma grande variedade de serviços, compras (informe-se sobre os horários especiais das lojas), restaurantes e lanchonetes.

Mais sobre o Swiss Travel System:
Rápido, eficiente e pontual, a rede de transporte público tem mais de 23 mil quilômetros de rotas e leva turistas e moradores através de trens, ônibus, barcos e sistema de transporte urbano a qualquer lugar dentro da Suíça.

A melhor forma de viajar pela Suíça é adquirindo um Swiss Pass, a garantia de utilizar toda a rede do sistema de transporte público suíço (trens, ônibus, barcos e transporte urbano) e também viajar nas rotas clássicas como o Glacier Express, Bernina Express, GoldenPass Line e William Tell Express. Além do mais, desde 2006, o Swiss Pass também é valido com Swiss Museum Pass, dando gratuidade em mais de 400 museus dentro do país. E com o passe em mãos, o turista ganha 50% de desconto em todos os trens de montanha e teleféricos (contra os 25% de desconto em 2005.)

Há diversos tipos de descontos dentro da linha do Swiss Pass. O Swiss Saver Pass para duas ou mais pessoas viajando juntas; o Swiss Youth Pass para jovens até 26 anos; o Swiss Transfer Ticket para aqueles que vão ficar em uma região especifica (vale por uma viagem ida e volta entre o aeroporto/fronteira e o destino de sua escolha) ou o Swiss Card (que da 50% de desconto em outros bilhetes). Crianças ate 16 anos viajam completamente de graça se acompanhadas por um dos pais. Os bilhetes do Swiss Travel System também dão ate 30% de desconto em muitas atividades de lazer oferecidas pela RailAway (passes de esqui, eventos e exibições).
Mais informações em www.railaway.com

Na Suíça, o Swiss Pass pode ser comprado nas bilheterias das principais estações de trem. No Brasil, pode ser adquirido através de agentes de viagens selecionados. Consulte seu agente de viagens. As tarifas abaixo estão em dólares americanos (USD) e são válidas em países fora da Europa.

Sistema de Transporte Urbano:
As cidades oferecem uma excelente rede de transporte (bondes e/ou ônibus). Compra-se o bilhete em máquinas automáticas localizadas em todos os pontos de bonde ou ônibus. Use moedas ou cartões, disponíveis em qualquer banca de jornal (kiosk). Os bilhetes não são vendidos nos bondes nem nos ônibus. No caso de uma inspeção, qualquer pessoa que não estiver com uma passagem válida tem que pagar uma multa considerável, alem do preço normal da passagem. O Swiss Pass, Swiss Flexi Pass e Swiss Youth Pass (este último somente nos dias em uso) são validos em toda rede de transporte urbano de 37 cidades suíças.

Na estrada
Viajar nas estradas Suíças e seguro e fácil. Dirige-se do lado direito da estrada, e as distâncias são indicadas em quilômetros. Se quiser descansar, deixe que o Swiss Post Bus ( http://www.postbus.ch/ ) - serviço de ônibus suíço - leve você até as regiões mais remotas do país.

De barco
Embarcar pelos lagos e rios suíços e uma experiência de férias inesquecível. Cerca de 170 embarcações em frotas bem organizadas operam em mais de vinte hidrovias em todo o país. Novidade: Aproveite o desconto de 50% nos trens de montanha, teleféricos e gratuidade em mais de 400 museus na Suíça com o Swiss Pass, Swiss Flexi Pass e Swiss Youth Pass.

De carro
É fácil viajar de carro pela Suíça. Dirige-se do lado direito da estrada. Muitos sinais de trafego são idênticos aos usados no mundo inteiro, outros, são auto-explicativos. As montanhas alpinas são fáceis de se atravessar, mas é preciso cuidado em estradas mais estreitas. Desfiladeiros podem ser evitados utilizando túneis ou trens para o transporte de carros, nos locais onde estes existem.

Limites de velocidade: rodovias 120 km/h; estradas 80 km/h; cidades e vilas 50 km/h. E cobrada uma taxa rodoviária anual de todos os autom6veis e motos no valor de CHF40 chamada "vignette", que e como um selo auto-adesivo. Carros alugados na Suíça geralmente já vem com a vignette, o que não acontece com os veículos alugados fora do país. As vignettes podem ser adquiridas nos postos de fronteiras, correios e nos postos de gasolina dentro da Suíça.

Acomodação

É possível encontrar alojamento muito razoável na Suiça. Os dormitórios nos hostels começam em 35 CHF por noite e os quartos privados rondam os 70 CHF por noite. Os hotéis ficam bastante caros e um hotel barato vai ficar por volta de 80 a 100 CHF por noite.

Embora falemos de Suíça, os hotéis três-estrelas variam muito de padrão. Em Zurique, por exemplo, o Seefeld (Seefeldstrasse 63, 44/387-4141, hotelseefeld.ch; Cc: todos) tem amplas, limpas e bem decoradas acomodações. O Federale (Via Paolo Regazzoni, 8, 91/910-0808, hotel-federale.ch; Cc: todos), em Lugano, tem talheres de prata. Em contrapartida, péssimo sistema de aquecimento. Ou seja, antes de escolher seu hotel, veja referências.

Com o swiss pass é possível obter descontos nas seguintes redes, com unidades por todo o país: 
Best Western (31/378-1818, bestwestern.ch); 
Minotel 
(21/310-0882, minotel.ch); 
Sunstar
 (61/925-7071, sunstar.ch); 
Swiss Internacional (44/487-1450, sih.ch) e
Swiss Quality (44/928-2727, swissqualityho tels.com).

Fora do padrão, há os clássicos que contam um pouco da história de luxo do país e, sozinhos, valem a viagem. Caso do Hotel Baur Au Lac (Talstrasse 1, 44/220-5030, bauraulac.ch; Cc: todos), em Zurique; do Beau-Rivage Palace (Place du Port 17-19, 21/613-3333, beau-rivage-palace.ch; Cc: todos), em Lausanne; do Grand Hotel Locarno (Via Sempione 17, 91/743-0282, grand-hotel-locarno.ch; Cc: todos), em Locarno; Hotel-Masson (Rue Bonivard 5, 21/966-0044,hotelmasson.ch; Cc: todos), em Montreux-Veytaux; o Victoria-Jungfrau Grand Hotel & Spa (Hoeheweg, 41, 33/828-2828, victoria-jungfrau.ch. Cc: todos), em Interlaken.

Inquestionavelmente, nos acolhedores chalés de montanha que existem um pouco por toda a região é uma boa opção de acomodação. São elegantes, simpáticos e os preços não ficam nada a dever aos hotéis convencionais. As entidades oficiais de cada região possuem abundante informação sobre todo o tipo de alojamento disponível. Se viaja em família, saiba que os chalés são, do ponto de vista económico, ainda mais aconselháveis. 

Links úteis:

Portal dos hotéis suíços, com endereços e informações gerais sobre todos os hotéis no país. Também possui motor de busca, para que o turista possa encontrar o hotel adequado aos seus desejos: http://www.swissotel.com/EN/Home .

Os albergues da juventude oferecem preços mais módicos que os hotéis, porém seu conforto atende melhor o espírito jovem dos seus usuários (geralmente Backpackers, palavra em inglês para "mochileiro".) Apesar do nome, os albergues atendem pessoas de todas as idades e fazem, em alguns casos, reservas por internet.No site http://www.swissbackpackers.ch/ , estão listados todos os "hostels" (pensões) da Suíça.

Bed and Breakfast: pensões na Suíça que trabalham no esquema já conhecido nos países de língua inglesa – "cama e comida" - http://www.bnb.ch/ .

Campings:
- Campingnet: portal dos campistas na Suíça. Informações sobre camping, horários e endereços em todo o país: http://www.camping.ch/cgi/home/home.pl?lang=en# .
- Swisscamps: portal para campistas e adeptos do turismo em traillers. Informações sobre endereços, condições e horários de campings em toda a Suíça: http://www.swisscamps.ch/en/index.php?section=mediadir&cmd=map .

Ferienwohnung: portal para os apartamentos e casas para alugar por temporada na Suíça e em outros países europeus. O site oferece a possibilidade de fazer reservas: http://www.ferienhausnetz.eu/en/switzerland.html .

Há coisas curiosas, como hospedagem em mosteiros. No site kath.ch (em alemão) é possível escolher por parâmetros como região, possibilidade de trabalho, tipo de moradia - quarto ou clausura - , ou custos, pois alguns locais não cobram diária. Muitos são construções da Idade Média.

Outros hotéis 

1. Engelberg 

Hotel Terrace (3 estrelas) 
e-mail: reservation@terrace.ch 
site: www.terrace.ch 

Hotel Europe (3 estrelas) 
e-mail: info@hoteleurope.ch 
site: www.hoteleurope.ch 

2. Interlaken 

Hotel Interlaken (3 estrelas) 
e-mail: interlakenhotel@bluewin.ch 
site: www.interlakenhotel.ch 

3. Zermatt 

Hotel Alex (4 estrelas) 
e-mail: info@hotelalexzermatt.com 
site: www.hotelalexzermatt.com 

4. Zurique 

Park Hyatt Zürich (5 estrelas) 
e-mail: zurich.park@hyattintl.com 
site: www.zurich.park.hyatt.com 

Eletricidade: a corrente usada em toda a Suíça é de 230 volts (AC), 50 ciclos. As tomadas são diferentes das utilizadas na maior parte dos países: a maioria é desenhada para plugues de três pinos redondos. O plugue tipo continental padrão, com dois pinos redondos, usado em pequenos aparelhos elétricos portáteis de viagem (secadores, barbeadores etc.) pode ser usado sem problemas. Adaptadores são facilmente encontrados nos hotéis.


Comes & Bebes

A comida típica suíça pode ser alemã, francesa ou italiana, depende da parte do país em que se está. Durante muitos anos a influência dos países vizinhos vem dando à Suíça uma culinária excepcionalmente rica e variada. Muitas especialidades, aclamadas e cultivadas nos dias de hoje, foram desenvolvidas a partir de modestas possibilidades daqueles anos. Pratos antes considerados simples, agora têm uma excelente reputação, como as especialidades regionais:

- Batata Rösti (batatas raladas fritas servidas na região de Bernese)
- Pizokel (um tipo de bolinho de farinha de trigo servido no cantão dos Grisões).
- Polenta e Risoto (servidos na parte italiana)
- Papet Vaudois (um tipo de salada de repolho com salsichas servidos na Região do Lago Genebra).

O mesmo se aplica para a produção de vinhos. Os mais finos vinhos suíços são conhecidos apenas por um pequeno número de conhecedores fora de suas fronteiras. Você sabia que além das variedades familiares, algumas das uvas cultivadas na Suíça são únicas no mundo? Não espere mais - vá pessoalmente e descubra a gastronomia diversa e excelentes vinhos!

Dicas:

Château de Villa
O Château de Villa, com suas paredes do século XVII, é uma atração turística em Sierre. O castelo abriga um restaurante, um bar de vinhos e o Museu de Vinhos e Vinícolas do Valais. O restaurante oferece iguarias do Valais: raclette, fondue, carne seca e pão.

A "Enoteca" e um mostruário dos vinhos do Valais.
Aberto diariamente das 10 às 23hs. Tel.: +41 (0)27 455 18 96

Em Zurique é imperdível provar as wursts (salsichas) da cervejaria e restaurante Zeughauskeller (na Banhoffstrasse, 28a), que fica num casarão do século 16. Na casa, é servido também o clássico zürcher geschnetzeltes, uma espécie de estrogonofe com carne de vitela. O prato mais conhecido da Suíça, porém, é disparado, o fondue – de queijo emmental com pães e batatas. Prove-o no Adler´s (Niederdorfstrasse, 10) ou, em Engelberg, no Alpen Club (Dorfstrasse).

Em Interlaken, se quiser conhecer um pouco do sabor da gastronomia indiana vá ao Welcome India (Rosenstrasse,7). Para sobremesa, além dos chocolates divinos (a Suíça é a maior importadora do cacau orgânico boliviano, considerado o melhor do mundo), há o apfelstrudel, uma torta de maçã típica alemã, a torta de cerejas (as cerejas suíças são ótimas) e, na parte francesa, o cuisses de dame (pernas de moça), uma espécie de massa frita coberta de açúcar.

Apesar dos restaurantes serem caros na Suíça é possível manter o orçamento sobre controle, indo a supermercados locais e fazer as suas compras. Alguns cafés locais oferecem a cozinha tradicional a preços mais acessíveis mas evite ir a restaurantes e faça o seu próprio almoço e jantar, caso deseje não gastar muito.

  

Escolha um destino:

Europa
Alemanha
Dinamarca
Espanha
Grã-Bretanha
Holanda
Itália
Portugal
Mais países [+]

África
África do Sul
Marrocos
Mais países [+]

América do Norte
Estados Unidos
Canadá
México

América do Sul
Brasil
Argentina
Chile
Peru
Bolívia
Mais países [+]

América Central
Cuba
Panamá
República Dominicana
Mais países [+]

Oceania
Austrália

Veja também:
Laifis de Turismo

Busca geral:

Curta nossa página nas redes sociais!

Sites da rede:

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Fale Conosco

Copyright © 2010 - 2017 Só Turismo. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.