Você está em Europa > Itália

Mântua (Mantova)

Cidade pequena, com praças elegantes e arquitetura aristocrática, Mântua (Mantova em italiano) limita-se com lagos em três de seus lados.

Terra do poeta Virgílio, aqui os duques de Gonzaga desenvolveram suas atividades por três séculos. A cidade também serviu como pano de fundo para a ópera Rigoletto, de Verdi, e é mencionada em Romeu e Julieta, de Shakespeare.

Reverenciada pelos nomes de ruas e monumentos locais, essa ligação com o mundo teatral é destacada no Teatro Scientifico Bibiena, do século 18, uma obra-prima do barroco tardio da arquitetura para teatros.

A visita a Mântua concentra-se em três principais praças. Na Piazza Sordello está o Palazzo Ducale, a imensa ex-residência da família Gonzaga, que incorpora uma fortaleza do século 14 e uma basílica. Destacam-se aqui os afrescos da Camera degli Sposi (1465-74), de Mantegna, retratando a família Gonzaga e a Corte, num aposento completado por um alegre teto com trompe l’oeil. Perto, o Duomo traz uma fachada do século 18 e interior refinado, com estuques feitos por Giulio Romano (c.1492-1546).

Na Piazza dell’Erbe desponta a Basílica di Sant’Andrea, do século 15, em boa parte projetada por Alberti, arquiteto e teórico do início do renascimento.

Do outro lado da cidade fica o Palazzo Del Tè, do início do século 16, projetado como refúgio de veraneio dos Gonzagas e decorado com belos afrescos de Giulio Romano. Possui salas pintadas com cavalos e signos do zodíaco.

Palazzo Del Tè

Fonte: www.galenfrysinger.com

Fachada do Palazzo Ducale

Fonte: www.classicaltours.net

Como referenciar: "Mântua (Mantova) - Itália" em Só Turismo. Virtuous Tecnologia da Informação, 2010-2019. Consultado em 22/11/2019 às 04:54. Disponível na Internet em http://www.soturismo.com.br/continentes/europa/italia/Mantua/